Ser feliz com pouco!

De quanto precisamos para sermos felizes?

Serei feliz quando tiver um carro novo,  uma bicicleta. Fizer a viagem dos sonhos. Comprar o celular do lançamento. Serei feliz quanto fulano (a) me amar. Quando me aposentar. For morar num sitio. Etc…

Por que adiamos a felicidade, ou colocamos regras ou condições para que aconteça?

Porque colocamos no futuro, que é um lugar que nada acontece?

Minha proposta é:

“Sejamos felizes hoje, agora, neste instante”.

Com o que temos, com o que possuímos, com o que somos, com quem estivermos, onde estivermos, como estivermos.

Sejamos felizes com o sorvete de iogurte com amora, que maravilha! Com o dia sol. Com a chuva.

No trabalho? Sim, claro.

Ser feliz é um estado de espirito. Busquemos estar felizes sempre, e certamente, em muitos momentos conseguiremos.

Não disse que era fácil, mas é muito viável.

Vamos ser felizes!

1 pensamento em “Ser feliz com pouco!”

  1. Bom dia. Obrigada pela matéria. Acho que nós humanos estamos cada vez mais perto da felicidade plena. O desapego e o olhar para a simplicidade da vida está deixando a vida mais leve e feliz. Um ótimo 2018 para você. Obrigada. Vanessa Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *