Depressão, o que podemos fazer para combater?

A depressão é uma doença ou um distúrbio afetivo, que atinge a humanidade desde suas origens, atingindo a autoestima, também o sentimento de inferioridade, tristeza, pessimismo, combinando entre si e aparecendo com extrema frequência.

Pode aparecer em diversas idades, crianças, adolescentes, adultos e idosos, ninguém está livre, e é causada por diversos motivos.

Alguns sintomas que podem ser detectados são:

  • Ansiedade, angustia, falta de interesse social;
  • Desanimo;
  • Humor depreciativo;
  • Sentimentos de medo, indecisão.

A depressão poderá também ter sintomas físicos, como:

  • Dores de barriga, má digestão, azia, flatulência, diarreia, dores de cabeça, e outras dores sem qualquer explicação cientifica.

O que fazer?

  • Praticar ásanas/posturas evitando permanência em flexões para a frente e e mantendo os olhos abertos durante toda a pratica e foco no momento presente
  • Meditação, é importantíssima, com disciplina e regularidade, sugiro uma no vídeo abaixo

Prática:

Controlando a ansiedade

A ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum ao se enfrentar algum problema no trabalho, antes de uma prova ou diante de decisões difíceis do dia a dia. No entanto, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, ou melhor, um distúrbio de ansiedade.

Pessoas que sofrem de distúrbios de ansiedade sentem uma preocupação e medo extremos em situações simples da rotina, além de alguns sintomas físicos, o que atrapalha suas atividades cotidianas, já que eles são difíceis de controlar

O que fazer?

  • Respirar conscientemente faz a mente abandonar as preocupações para colocar-se no momento presente. Volte a prestar atenção na respiração muitas vezes no decorrer do dia.
  • Praticar ásanas com atenção total no corpo.
  • Relaxamento mais longo.

Prática:

Homem de fases

Homem de fases

 

Chegando aos meus 34 anos, me deparei com um final de ciclo, uma necessidade de mudança, uma ruptura que precisava ser posta em prática.

Nos 10 anos anteriores tinha me abandonado, gradativa e inconscientemente. Assumindo papel de pai, empresário, e demais papéis que se esperam de um homem adulto. Trabalhando muito, dormindo pouco, comendo mal e irregularmente e bebendo, muitas vezes demais.

Consegui construir um corpo em desespero. Sedentário e acima do meu peso ideal. Com crises de enxaqueca e dores imobilizantes nas costas.

O fato que me fez mudar o rumo da prosa foi uma contratura na região lombar que me impedia de caminhar, dirigir, enfim, ter uma vida normal.

Recorri a uma grande amiga, especialista em terapias ayurvedas, que depois de algumas semanas de tratamento arrumou minhas costas e ainda me ajudou a perceber que precisava dar mais atenção para meu corpo, minhas emoções e o equilíbrio entre todos os aspectos da vida. Além disso, me convidou para fazer com ela um curso de yoga, me mostrou o folheto, imersões de 1 final de semana por mês, por 2 anos. Pensei, será? Mas fui.

Grande atitude a minha. A yoga me trouxe a descoberta do corpo, da respiração, da meditação e da capacidade de viver melhor, com mais saúde e disposição. Comecei a trilhar um caminho mais saudável, que me trouxe novos aprendizados e grandes descobertas pessoais. Formei-me professor de yoga. Fiz minha graduação e pós-graduação acadêmica, por tanto tempo adiada. Comecei a correr, e já corri provas de distâncias variadas, 10, 20 e as famosas maratonas de 42 km. Corri ultra maratonas, provas acima de 50k e outras de aventuras, em condições de dificuldade aumentada. Muito divertidas, mas impossíveis há pouco tempo antes.

Neste processo, costumava dizer a mim mesmo que chegaria melhor aos 40 do que tinha chegado aos 30 anos, e consegui. Então lancei o desafio de chegar aos 50, que completo ano que vem, melhor que aos 40. Ficou mais difícil, o parâmetro subiu, mas acredito que vou conseguir. Mas agora já decidi, a meta para os 60 é estar tão bem quanto os 50. Já ta bom!

Vivo outra fase agora, a de dividir meu aprendizado com as outras pessoas. Através de aulas, cursos, workshops e conteúdos que publico diariamente no facebook, blog, youtube. Estou mudando de carreira profissional, para uma que me de mais prazer, alegria e uma percepção de importância na vida das pessoas.

 

Seguindo aquele entendimento antigo, que a felicidade está no caminho e não na chegada, busco qualificar meu dia de hoje, meu agora, a experiência de viver e as pessoas que me cercam.

 

Namaste!

(Meu ser divino interior te reconhece e te saúda como igual)

Posturas fáceis do Yoga para melhorar nosso dia a dia – II !!

Os ásanas, ou posturas, proporcionam uma massagem nos órgãos, ajudando a melhorar seu funcionamento. Dessa forma, o Yoga e seus asanas também beneficiam o desempenho coordenado dos diversos sistemas do corpo – digestivo, endócrino, cardiovascular, nervoso, etc.

O Yoga cura diversas doenças crônicas, como pressão sanguínea alta/baixa, dor corporal crônica, diabetes, depressão, distúrbios do sono, etc., de forma simples e natural, e também melhora o sistema imunológico.

Um dia bem começado com a prática das ásanas do yoga nos mantém enérgizados, entusiasmados e renovados até o anoitecer.

A palavra Yoga significa união em sânscrito entre corpo, mente e espirito. Equalizando harmonia e equilíbrio.

Abaixo série  para tonificars pernas fortalecimento e relaxamento de membros inferiores e quadril.

Benefícios:

  • Melhoria nos movimentos diários, excelente para quem fica muito tempo sentado, dirigindo e entre idas e vindas
  • Alivio de dores de costas, coluna, pernas, joelhos, ciáticas
  • Equilibrio e segurança física e emocional.

Obs.:

  • Montar postura (ásana) e permanecer de 30s pelo menos.
  • Fazer para os dois lados.

 

GUERREIRO

  • Com os joelhos levemente flexionados afastar ao máximo os pés um do outro, girando um deles em 90º flexionando o joelho. Alinhar os braços na altura dos ombros com os dedos juntos e as palmas para baixo. Giro de 90º do pescoço e manter o olhar na direção da mão do lado perna flexionado.

formiga

  • Idem a parte pernas agora flexionando o cotovelo e levando ele em direção ao joelho flexionado, apoiando o braço da cocha, manter o outro braço estendido e girar o pescoço na direção deste.

formiga em torção

  • Mantem a posição de perna e faz uma rotação de tronco buscando passar o ombro pela perna contraria

corredor

  • Manter a perna flexionada. Descer com o peito na direção do joelho flexionado e, se possível, apoiar as duas palmas das mãos no chãoReiniciar para o outro lado

Posturas fáceis do Yoga para melhorar nosso dia a dia!!

Posturas do yoga podem ser bastante uteis no nosso dia a dia e  acessíveis a todos, mesmo para quem nunca praticou.

Ásanas, ou posturas do yoga, são todas as posições corporais que possam ser mantidas pelo nosso corpo. Obviamente utilizamos algumas que a experimentação e o estudo nos indicam como sendo as mais benéficas e viáveis para os ocidentais. Existem algumas que os indianos fazem com a maior facilidade que temos dificuldade para fazer. Cada professor tem seus motivos para definir esta ou aquela postura ou serie. Normalmente tem haver com as características dos alunos ou de sua formação.

São muito mais que exercícios físicos, possuem efeitos terapêuticos e psicológicos. Fisicamente, as práticas nos beneficiam de diversas formas, além de melhorar a flexibilidade dos músculos e das juntas, também os fortalecem e melhoram a postura do corpo.

Abaixo uma pratica muito util:

  • Relaxamento de tensões musculares, muito comuns na vida cotidiana atual(ombros, pescoço e costas).
  • Alivio de dores de cabeça, coluna, peito e braços
  • Calmante emocional e preparação para um dia de trabalho.

Obs.: Montar postura (ásana) e permanecer de 10s pelo menos

DSC04743

  • braços estendidos na frente – pulsos flexionados – palmas para frente. Trazer os cotovelos para traz, até alinhar com ombros. Em movimento sincronizado, queixo para cima e cotovelos para traz até seu limite.

DSC04755

  • Finalizar com auto abraço

DSC04799

  • Cotovelos flexionados – braços alinhados com ombros – palmas para frente. Em movimento sincronizado, queixo para cima e cotovelos para traz até seu limite

DSC04750

  • Fechar braços na frente

DSC04745

  • Braços estendidos – alinhados com os ombros – palmas para cima. Em movimento sincronizado, queixo para cima e braços para traz até seu limite.DSC04749
  • Idem com rotação de 360º no braço. Em movimento sincronizado, queixo para cima e braços para traz até seu limite.

DSC04758

  • braços estendidos atrás, mãos unidas, dedos cruzados. Elevar até se levar para frente o tronco

DSC04793

  • Angel mudra (mãos em oração), apontando para baixo na altura da lombar, girar braços e elevar as mãos em direção à cabeça até o limite e permanecer.ombros abertura peitoral4
  • Mãos encaixadas uma na outra, ganchos com os dedos juntos, e um cotovelo para cima e outro para baixo

Aproveite!

Namastê!