Existe meditação cristã?

 

Meditação é uma pratica de autoconhecimento e autodesenvolvimento, portanto, pode se adaptar a uma crença sem problemas.

Muitas vezes, a associamos a religiões orientais, mas o que ocorre é que na Ásia existem muitos países antigos e que desenvolvem esta pratica a muito tempo, acontecendo uma associação natural sua cultura.

Podemos usar elementos da nossa fé na preparação e mantras de concentração. Mantras, em sânscrito, quer dizer “aquilo que liberta a mente”.

 

Existe o hesicasma, meditação cristã, que surgiu no século IV com os chamados padres do deserto, no Egito. Esta palavra tem origem grega e significa quietude. Foi disseminada pelos monastérios católicos durante séculos e é utilizada até hoje. Simplesmente busca-se a concentração mediante a devoção a Jesus.

 

Pratica:

  1. Procure um local, se possível silencioso, para ficar por uns 10 minutos sem ser interrompido.
  2. Instale-se confortavelmente cadeira firme, sente um pouco afastada do encosto, apoie os dois pés no chão, coluna reta e mãos apoiadas nas pernas.
  3. Respirar tranquilamente, fechando os olhos e observar o movimento respiratório.
  4. Pratique o mantra pelo tempo que for necessário.
  5. Concentre-se no significado do mantra.

Obs.: Alguns meditadores cristãos adotam o mantra Jesus, sincronizando com a respiração, Je-sus. Outros a antiga oração Maranatha, que em aramaico significa “Vinde, Senhor”.